CHEGAMOS A 1.000.000

CHEGAMOS A 1 MILHÃO DE ACESSOS. OBRIGADO;

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Prefeitura poderá terceirizar o Cine Teatro Brasil ainda esse ano.

A Prefeitura Municipal de Além Paraíba poderá terceirizar o Cine Teatro Brasil ainda esse ano. O Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior já informou sua intenção a membros do Conselho Municipal de Cultura e vai se aconselhar com o Conselho Municipal do Patrimônio Histórico. A decisão final é do Prefeito, ressalte-se, não cabendo deliberação de qualquer outro órgão. 
A situação atual do Cine Teatro Brasil
O Cine Teatro Brasil não exibe filmes há mais de um ano e da forma em que se encontra não voltará a exibir. O projetor comprado para o Cine Brasil na época de sua reforma no segundo mandato do ex Prefeito Sérgio Ribeiro na época funcionava, atualmente no entanto é peça de museu. Não existem mais filmes em fita. Hoje os filmes são digitais, enviados para os cinemas via internet banda larga diretamente das distribuidoras e requer um projetor digital de alta resolução. Um equipamento de projeção digital e sonorização (mono, não estéreo, nem tampouco com tecnologia surround sound custa em torno de 210 mil Reais. 
 O projetor, como o que aparece ao lado é a primeira coisa que precisa ser adquirido para que o Cinema volte a poder projetar filmes. Além da projeção em sí, o Cine Teatro Brasil desde que foi inaugurado NUNCA foi realmente reformado. Dezenas de suas cadeiras que são da época do circuito de cinemas Brasil e foram encapadas com napa vermelha estão quebradas. A iluminação do Cine Teatro está com suas lâmpadas na maioria queimadas. O ar condicionado do Cine Teatro precisa ser consertado ou trocado, partes do teto da sala de espetáculos, banheiros e outras dependências estão com sérios danos. A iluminação profissional tem poucos holofotes de fato funcionando. Os camarins apresentam problemas, as paredes de grande parte do prédio apresentam infiltrações. Enfim, um caos. O custo aproximado para reformar a parte física do prédio, sem contar com troca de projetor, reforma de refrigeração, sonorização e parte elétrica chega em 500 mil Reais. Com a troca necessária de equipamentos e reparo de outros, troca das cadeiras que têm mais de 50 anos e são desconfortáveis o custo para a Prefeitura pode chegar a 900 mil Reais.
Terceirizar sob condições
O Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior quer que uma empresa especializada nesse ramo de negócios assuma a gestão do espaço e dele usufrua mas em contrapartida reforme completamente o prédio e adquira novos equipamentos para o espaço. O Prefeito quer que a projeção de filmes EXCLUSIVAMENTE LANÇAMENTOS seja constante. Tudo isso constará do Edital. O Prefeito ainda pretende colocar no Edital a reserva de um número de datas por ano para que a Prefeitura possa delas fazer uso ou repassar a promotores culturais para que estes possam ter garantidos o espaço para apresentações que de fato visem a promoção cultural no Município. O Prefeito pensa em reformar a Casa de Cultura para que espaço volte a abrigar exposições e eventos culturais. A verdade é que as exposições e outros eventos que ocorrem no Cine Teatro Brasil, com poucas exceções são pouco frequentados.
Prioridades são outras
O Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior não acha correto que a Prefeitura lance mão de 500 ou 900 mil Reais para reformar o Cinema. Com esse dinheiro o Prefeito pode realizar ações e obras na saúde, educação e assistência social que são muito mais úteis às pessoas. 
Aconselhamento
O Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior vai ouvir ainda o Conselho do Patrimônio para depois decidir sobre o assunto. Fontes próximas ao Prefeito afirmam que não há outra maneira: Ou o Cinema será terceirizado e funcione como deve ou continuará no estado em que se encontra: sem projetar qualquer filme e sendo um espaço enorme pessimamente aproveitado. A terceirização do Cine Teatro Brasil é dada como certa pelas fontes ouvidas pelo Jornal A Gazeta.
Opinião popular
No programa Dauro Machado recentemente uma enquete foi realizada com os ouvintes, que sem qualquer interferência do programa e ao vivo se manifestaram respondendo serem favoráveis ou contrários a terceirização. A grande maioria dos ouvintes se posicionou favoráveis que o Cine Teatro Brasil seja administrado pela iniciativa privada desde que volte a funcionar plenamente. A conferir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.