CHEGAMOS A 1.000.000

CHEGAMOS A 1 MILHÃO DE ACESSOS. OBRIGADO;

domingo, 26 de novembro de 2017

Prefeitura do Carmo deve 100 mil Reais ao Hospital São Salvador e ainda quer que o HSS atenda a todos os seus pacientes

Surgiu em redes sociais alguns questionamentos sobre um aviso afixado no Hospital São Salvador que os atendimentos para moradores do Carmo estão restritos a URGÊNCIAS. O Hospital São Salvador não teve outra saída a não ser restringir o atendimento generalizado já que a Prefeitura do Carmo deve cerca de 100 mil Reais ao HSS que já tentou de todas as formas receber o valor que lhe pertence. A Prefeitura não paga. O Prefeito do Carmo, Senhor Cesar Ladeira, deveria vir a pública explicar aos Cidadãos do Carmo, inclusive da Influência e outros locais próximos a Além Paraíba se e quando pretende pagar o que é devido ao Hospital São Salvador. 
Referência não é Além Paraíba
O Município do Carmo está localizado no estado do Rio de Janeiro portanto, o Hospital São Salvador NÃO É SUA REFERÊNCIA PARA ATENDIMENTO DOS CIDADÃOS. Ademais, apesar de estar quase falido, o Hospital do Carmo continua funcionando; de maneira precária evidentemente. Para ter os atendimentos liberados para todos no Hospital São Salvador a Prefeitura Municipal do Carmo deve fazer um convênio com o Hospital São Salvador, como já teve, e mensalmente pagar o valor desse convênio por um determinado número de atendimentos. O Município de Sapucaia por exemplo, estava inadimplente até dezembro do ano passado; Da mesma forma os atendimentos aos Sapucaienses ficaram restritos as urgências. Assim que tomou posse em Sapucaia, o Prefeito Fabricio Baião, esteve no Hospital, reuniu-se com o Provedor e Diretores, quitou os débitos pendentes herdados do Prefeito anterior e vem pagando mensalmente um valor pelos atendimentos. Simples assim. O Hospital São Salvador trabalha com austeridade em sua gestão não sendo possível abrir suas portas de forma generalizada para atendimentos eletivos e ambulatoriais para outros Municípios, de outros estados, que não pagam por tais atendimentos. Se agisse dessa, fatalmente o Provedor estaria levando o Hospital São Salvador a um situação econômica insustentável. O Hospital atende todas as URGÊNCIAS que chegam até lá mas não pode e não tem recursos para arcar com atendimentos de cidadãos de Municípios que de forma irresponsável tornam-se inadimplentes com uma instituição que esteve, está e estará sempre disposta a prestar bons serviços. Prefeito Cesar Ladeira: PORQUE O SENHOR O NÃO PAGA O QUE SEU MUNICÍPIO DEVE AO HOSPITAL? O SENHOR FOI REELEITO PORTANTO A RESPONSABILIDADE É INTEIRA DO SENHOR?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.